aldrig ensam...
Quero vivê-lo em cada vão momento e em louvor hei de espalhar meu canto e rir meu riso e derramar meu pranto, ao seu pesar ou seu contentamento.
— Vinícius de Moraes